Follow by Email

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

De Luiz Taiguara - meu Aluno CDCA

Dia de torneio festa e reunião

Todo mundo ali no meio pra ganhar do campeão
O mundo concentrado nas artes marciais
É montado a chave de combate dos rivais.

No decorrer do tempo os estranhos em festa
Um ser supremo e 2 com M na testa
Agora é Gohan contra o Okibito
Pede pra liberar o poder e ele libero.

Dois caras atacam e absorve energia
Levam até seu amo controlado por magia
Goku e Companhia segue o supremo kaio
Que sem saber de nada o supremo explico.

A existência de um ovo que existe por aqui
Do poderoso Majin Boo
Que o mago Babidi quer, pra realizar sua ambição
Libertar ele do ovo e ver a ressurreição.

Tentam impedir mais foi tudo em vão.
Naquele momento sai do ovo o rei da destruição
Gohan o enfrenta até energia chegar ao fim
E em seguida vem o príncipe dos sayajin.

Vegeta lutando furioso ficou

Com o ultimo ataque se sacrificou
E sobrou pra Piccolo levar as crianças
Lá pro templo de kami-sama.

Como ultima esperança Goku ensina a fusão
Trucks e Goten tem o mundo nas mãos
Boo localiza os lutadores pelo "Ki"
E elimina os terráqueos que abitam por aqui.

Após o treinamento na sala do templo
A luta começa e continua o tormento
Gotenks contra Boo e Piccolo no deserto
Goku no outro mundo torcendo pra dar certo.

Mas não deu, Gotenks tava pra perder
E do nada vem Gohan com o super poder
Treino com a espada Z atingiu o poder Maximo
Boo apanha feio e vê que a luta não ta fácil.

Boo teve a idéia de desaparecer

Depois volta com a tática pra absorver
Gotenks e Piccolo foi fonte de energia
Pro demônio lutar assim como queria.

O problema tava serio Gohan não era capaz
De salvar o mundo e manter ali a paz
Dai o kaioshin deu sua vida ao sayajin
Que voltou e lutou com o demônio até o fim.

Luta pelo mundo decisão de vez
Majin Boo contra Goku super sayajin 3
A pedido do Enma Dayo vegeta volta pra lutar
Com a idéia de ganhar vencer e se vingar.

Mais logo ele percebe que não tinha razão
Pede para reunirem as esferas do dragão
Vegeta teve a idéia de fazer a genki dama
Ele pede a energia e os terráqueos reclama.

Após a conclusão o ataque brutal
Depois da explosão resultado final
Vegeta cumprimenta e vê que foi um sucesso
Goku mais uma vez é o melhor do universo.


 

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Amada Clareza

DESCREVO-TE SUTILEZA

RAINHA DE PURA BELEZA
PUREZA MENINA, CANDURA
LUA CHEIA EM NOITE ESCURA

PERFIL NOBRE REALEZA
DOS ENIGMAS A CLAREZA
POESIA PERFEITA LEITURA
RENACENTISTA ESCULTURA

AMADA DEUSA MENINA
CUJA VONTADE FELINA
ME FAZ SEGUIR-TE, GUIA

MINHA ALMA PEQUENINA
QUE AO TE VER DESATINA
NUMA LOUCA IRONIA

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

ALEGRIA PLENA

Descrevo-te como luz

Caminho a se seguir
Canção pra se ouvir
Melodia que seduz
Um sorriso que traduz
A mais perfeita alegria
És então fantasia?
És tão somente infante
De modo tão cativante
Que parece poesia


Minha epiderme alma
Tu que esperas outro dia
Quem percebe a ironia
Desconhece bela calma
Os deuses batendo palma
Apoteose singela
Felicidade revela
Deusa menina encantada
Estais aqui, minha amada
Minha pequena cinderela...


A minha Bela Leticha... 7ª D
 

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Gentelmente

O DESEJO DE SER GENTE ME SEGURA
NÃO AQUELA GENTE SEM MENTE
NO QUAL O DINHEIRO ENVOVENTE
LHE CORROMPE O SENTIDO, AMARGURA

QUERO SER GENTE SEM FRESCURA
GENTE QUE VIVE O PRESENTE
GENTE DE JEITO INOCENTE
QUE NÃO PRECISA DE USURA

COMO DIZIA A CANTIGA
CANTADA POR UMA AMIGA
GENTE SEM SER GENTE DEMAIS

NÃO SE ENVOLVER COM INTRIGA
QUE O CAMINHO CERTO SIGA
E QUE O BEM PELO BEM FAZ

DISCURSOSEMCURSO

ENTÃOMEPEGUEIPENSANDOSETODA
QUESTÃOREFERENTEAO
QUEPENSOESTACAMINHANDOPARA
UMACERTEZAQUETALVEZ
EUNUNCACOMPREENDAPROCUROSENTIDO
NOQUEFAÇONAFORMA
COMOFAÇOMASACABAPORVENTURASE
TORNADOSEMSENTIDOPORQUE
MEPERGUNTOACREDITOQUEOSIMPLES
FATODEPENSARJASETENHAUMPESO
IMENSOMASMEDECIDOPORCONTINUAR
PENSADOEFAZENDOSENTIDOOUNÃO
ÉMELHORQUEAINERCIAQUE
SEENCONTRAROSQUENAOPENSAM.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

II Banzo África da Escola Anete Vale

          Na ultima semana de Maio a Escola Anete Vale de Oliveira, do município da Pedra - PE realizou mais um grande evento, pelo 2º ano, em atendimento a Lei 10636/03, da implantação da Historia e Cultura africana e afro descendente na grade curricular das escolas de todo país, o II Banzo África, que também louva o 25 de Maio "Dia da África no Brasil". Foi uma semana de oficinas artísticas, contemplando musica, dança (maracatu, coco), artesanato, produção cultural (teatro), capoeira, esse ano inovando com uma oficina de culinária afro e afro descendente, dada pelas cozinheiras (Nenê, Maria e Coca) as nossas educandas. O ponto maior das manifestações se deu no dia 27/05 sexta feira, quando ouve a culminância do projeto: apresentações das oficinas trabalhadas durante a semana, mostra dos levantamentos estatísticos sobre a temática, dos trabalhos artísticos construídos durante o processo, Baianas, Orixás, e sincretismos e um recital poético oferecido pelos educandos da escola, com poesias africanas e afro-brasileiras, um grande trupé com o Samba de Coco Brincadeira de Criança da Escola Anete Vale. Um trabalho interdisciplinar que contou com o apoio de todos os que fazem educação acontecer... Parabéns Anete Vale!!!










http://www.xisclub.com.br/drops/cultura-africana-em-escola-da-pedra/

http://www.darciorabelo.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=2280:cultura-africana-em-escola-na-pedra&catid=1:arcoverde-news&Itemid=17

http://portaldosertaoinfoco.blogspot.com/2011/06/cultura-africana-em-escola-da-pedra.html

sábado, 14 de maio de 2011

CoNfUsO sErMãO I

Demasiam saberes hipócritas do mundo
Os que assassinam a razão sem razão
Migalhas de conhecimento são dadas como pão
As mentes famintas dos pobres vagabundos
Mesmo que o sonho inda seja fecundo
Se perde no caos infeliz ironia
Me torno quadrúpede, eqüina alegria
Se luto é perdido, mas vou mesmo assim
Sou eu por eu mesmo, ninguém é por mim
Se eu soubesse o saber, feliz então, não saberia.



DOIS E UM PARA VOCE, TE SONHANDO







JENJUAR TUA PRESENÇA
ALMENTA O MEU DESEJO
NENHUM BRILHO OU LAMPEJO
ILUMNINA ESTA LEMBRAÇA
CULTIVO ENTAO ESPERANÇA
LANÇANDO GRÃOS AO LUAR
E MINH’ALMA A ESPERAR
IMAGINADO COLO TEU
DEITADO EM BRAÇOS MEUS
ENCANTANDO-ME TEU AMAR

MANTENHO-ME ENTÃO TRISTONHO
ESPERANDO VER-TE AQUI
NOS MEUS DIAS EXISTIR
IMAGINAR ME PROPONHO
NUNCA SERÁ ENFADONHO
ALCANÇAREI MEU DESEJO
BEBER DE TEU BRANDO BEIJO
ENQUANTO TENHO TEU CORPO
LUZINDO TODO CONFORTO
AMANHECER EM FESTEJO

CONCENTRO TODO QUERER
ORGANIZO MINHA MENTE
MEU APETITE MEU PRESENTE
OBSECRAÇÃO MEU VIVER

ENCANTO DO ANOITECER
UNFANA, ORGULHOSAMENTE
TEUS BRIOS, DEVORANTEMENTE
ESCREVEM MEU PADECER

QUANTO MAS A SOLIDÃO
ÚNICA PRESENÇA A CALAR
ENCARNA MEU CORPO CÃO

RABISCO A OCASIÃO
INCONTAVEL DESDENHAR
AVESSO DO AVESSO, ESPERAR...


sexta-feira, 22 de abril de 2011

Saudade à Augusto dos Anjos

A saudade me devora
Como necrose supurenta
E mesmo a cicatriz de outrora
É um sintoma que a tal aparenta


Se apresenta tal qual implora
Ao verme que experimenta
Meu sangue frio deflora
Parasita de tez sedenta


Carnificina saudosa vanguarda
Que decompõem a epiderme parda
Adiantando meu fim, verdade


Preservai somente, me guarda
Meu espírito no fogo arda
Pois não me resta nem dignidade


Saudade à Zé Limeira

A saudade é um fosco queimado
No rabo de um roedor
A saudade é isopor
Na boca de uma criança
É preso sob fiança
É prosa de cantador


Filolomia azavessa
Estrela que cai pra cima
Uns estalim de rima
Ponto final de conversa
Uma cagada sem pressa
Um arroz doce queimado
Cururu de amor inchado
É cururua cantando
A lua do céu olhando
Um bebo desengonçado

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Os olhos de Druantia



Ofusca-me faceira luz penetrante
Que com Rhá disputa radiante
O domínio desses servos teus
Minha apoteose, serei deus


Para estar ao teu lado, amante
Embriaga-me cada instante
Os olhos que Afrodite te deu
Meu sentido esmoreceu


Sou teu, deusa menina
Druantia de tez pequenina
Olhar faiscante clarão


Espera-me em horas clandestinas
E meu ser mortal então iluminas
E deixais que me perca sem razão

The eyes of Druantia

Dazzles me cheek piercing light
Rha dispute with that radiant
The area of these servants of yours
My apotheosis, I am God


To be by your side, lover
Intoxicates me every moment
The eyes that Aphrodite gave you
My sense faded


I am your child goddess
Druantia skinned little
Glaring eyes gleam


Wait for me in hours underground
And my mortal would be enlighten
And let me miss it because

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

FILLE DE LUMIERE

Les vents ils vous apportent Maures
Pour mes bras à nouveau
Et je regarde vos lèvres
Ceux qui se moquent course

Que la douleur se fanent
Vous êtes un don de Dieu
Je sens le basileus
Et d'une luminosité que vous décorez

Fille de lumière très brillante
Vesta afin enchanter

Tu es pour moi ce

Garanties Spark vie
Et Zeus enfant dans vos bras
Toujours jusqu'à la fin

LUZ MENINA

Que os ventos mouros te tragam
Novamente aos braços meus
E que eu veja em labios teus
Esses risos que afagam

Que as tristezas apagam
És um presente de Deus
Eu me sinto o basileu
Que de Luz e brilho te enfeitam

Menina Luz tao brilhante
Vesta de modo encantante
Tú és presente pra mim

Faísca que a vida garante
E Zeus em teus braços infante
Para sempre ate o fim